Inicio » , , , » Noruega: O que fazer 2 dias na capital Oslo

Noruega: O que fazer 2 dias na capital Oslo

A cidade que é o centro demográfico, econômico e político do país


Depois de dar a volta pelo interior da Noruega, enfim cheguei na capital para conhecer suas atrações em meio a civilização. Fiquei hospedado no Saga Hotel Oslo Central pela proximidade com a Oslo Central Station (Oslo S) e com a maioria das atrações, de forma que eu pudesse fazer tudo a pé e gastasse o mínimo $$$.


OSLO PASS

Para quem vai passar mais tempo na cidade ou se deslocar bastante nos transportes públicos e visitar os museus, existe a opção de comprar o Oslo Pass. Tem 20% de desconto para estudantes. Há opções de Oslo Pass de 24, 48, 72 horas ou cartões de viagem. Eles podem ser comprados nos centros de informações turísticas de Oslo ou através do App Ruter (na App Store e Play). O cartão permite:

- Entrada ilimitada na maioria dos museus (exceto Palácio Real);
- Viagens gratuitas nos transportes públicos de Oslo (NOK 90 por 1 zona / 24 horas); e
- Descontos limitados em alguns restaurantes e outras atrações.

Para quem vai usar bastante os transportes públicos, vale a pena comprar o Oslo Pass


CITY HALL PIER

Logo pela manhã segui até Rådhuskaien (City Hall Pier), o porto turístico localizado em frente a Prefeitura de Oslo. Este porto foi construído no passado para que a família real recebesse bem seus convidados que chegavam em Oslo pelo mar.

 City Hall Pier ou Rådhuskaien, em norueguês


Minha intenção era começar as explorações por Oslo em uma atração um pouco afastada do centro da cidade: a península chamada Bygdøy. Para chegar lá é possível pegar um ônibus (número 30) ou, nos meses de verão (abril/outubro), existe um ferry partindo do pier 3. Há uma grande placa com o nome Bygdøy. Em Bygdøy, existem dois grupos de museus e o ferry faz parada em cada um deles.

No primeiro grupo, a cerca de 800 metros do porto: Museu do Barco Viking (eu fui) e The Norwegian Museum of Cultural History.

O segundo grupo, no porto: Museu Kon-Tiki (eu fui); Norwegian Maritime MuseumFram-Museum; e The Holocaust Center.

Patos no meio da rua na península de Bygdøy


PARQUE VIGELAND

Depois de visitar os museus, fui caminhando da península de Bygdøy pelas ruas residenciais de Oslo, conhecendo a realidade dos moradores, até chegar no Parque Vigeland, um museu a céu aberto com cerca de 200 esculturas do artista norueguês Gustav Vigeland, na qual ele busca representar a existência humana, o trabalho, sexo, a ira, etc. A escultura mais famosa é a Sinnataggen, um garotinho fazendo "birra", batendo o pé no chão. Não entendi o porque essa estátua é tão especial, mas chega a ser símbolo de Oslo em algumas lojas de lembranças. Para saber mais sobe as obras e seu autor, existe o Museu Vigeland no interior do parque. Também é possível chegar no parque com o tram 12 saindo do City Hall Pier.

A longa caminhada foi interessante para conhecer a realidade dos bairros residenciais


Escultura central chamada Monolitten


Monolitten é uma espécie de obelisco de pessoas


Em volta, várias estátuas exóticas


Dentre as 200 estátuas, achei essa interessante


A famosa criança birrenta chamada Sinnataggen


Salve-se quem puder dessas estátuas bizarras!


Além das estátuas, o parque também possui belos jardins, chafarizes e vias de bike e patinete 


Ao sair do parque, fui andando e achei esse mercado vendendo coco descascado 


PALÁCIO REAL DE OSLO

Deixei o parque e caminhei até a residência oficial da família real norueguesa que fica em uma área de livre acesso, como um parque público. O palácio não é "ostentação" e a maior atração é a troca de guarda que ocorre diariamente às 13h30. Existe também a opção de fazer uma visita guiada (1 hora de duração) e os ingressos podem ser adquiridos no Centro de Visitantes de Oslo.

A beleza da simplicidade do Palácio Real de Oslo


Estátua do Rei Karl Johan


A troca da guarda acontece todo dia às 13h30


KARL JOHANS GATE

O Palácio Real fica em frente à Rua Karl Johans Gate, a mais popular e movimentada da cidade, com vários bares, restaurantes, lojas e pontos turísticos importantes como o Teatro Nacional, a Faculdade de Direito, a Catedral de Oslo, o Parlamento Norueguês, entre outros.

Edifício da Faculdade de Direito da Universidade de Oslo


Nationaltheatret, o Teatro Nacional de Oslo


Na esquina do Hard Rock Cafe Oslo está a rua que dá acesso à Nasjonalgalleriet, a Galeria Nacional onde está a famosa obra de Edward Munch: a pintura chamada “O Grito”, que inspirou o emoji assustado. Mas nem "na base do grito" deu para vê-la de perto pois a galeria estava fechada para reforma.

Nasjonalgalleriet, a Galeria Nacional 


Uma placa informa que a galeria estava fechada com o famoso quadro que inspirou o emoji


A rua continua até se tornar um calçadão em meio ao comércio. Ali também está a Oslo Domkirke (Catedral de Oslo). Foi alvo de um ataque terrorista em julho de 2011 e a praça Stortorget, em frente à Catedral, tornou-se um centro da reflexão.

Parte da Rua Karl Johans Gate é um calçadão de passeio público


Oslo Domkirke, a Catedral de Oslo


DIA 2

PARLAMENTO NORUEGUÊS

No dia seguinte, meu último dia na Noruega, voltei na rua Karl Johans Gate para visitar com calma uma de suas construções mais bonitas: o Stortinget, o parlamento do país. Possui visitas guiadas gratuitas em inglês e norueguês com duração de cerca de 45 minutos. Há um limite de 30 pessoas por passeio. Eu não fiz esse tour porque tinha pouco tempo e preferi usá-lo para visitar outros pontos da cidade antes de ir embora.

O Stortinget é uma das construções mais belas de Karl Johans Gate


Porta de entrada no parlamento


NOBEL PEACE CENTER

Voltei até o Rådhuskaien (City Hall Pier) onde, bem próximo, está o Nobels Fredssenter (Centro Nobel da Paz), o local onde acontece todos os anos a entrega do Prêmio Nobel. Ali funciona um museu sobre o Prêmio Nobel da Paz que apresenta os ganhadores e os trabalhos realizados. Também conta a história de Alfred Nobel e do Prêmio da Paz.

Nobels Fredssenter, o Centro Nobel da Paz


Só observei da entrada pois achei o ingresso caro


Local onde todos os anos é feita a entrega do Prêmio Nobel


AKERSHUS FESTNING

Ao atravessar o porto, no lado oposto do Centro Nobel da Paz, está o Akershus Festing, uma fortaleza construída em 1299 que é aberta e funciona como um parque público com vistas para o Oslofjord (Fiorde de Oslo). No interior há dois museus relacionados à história militar norueguesa.

Interior da fortaleza Akershus Festing


Rendição do posto de serviço na fortaleza


Um bom local para apreciar o Fiorde de Oslo e se despedir do país


TRANSPORTE PARA O AEROPORTO

Minha última aventura no país seria chegar da maneira mais econômica no aeroporto de Oslo para pegar o vôo de retorno ao Brasil. Existem os seguintes meios de transporte entre o centro e o aeroporto (e vice-versa):

- Táxi: A maneira absurdamente mais cara, com valores aproximados de 700 NOK a corrida;
Flybussen: Ônibus especial cujo percurso dura, aproximadamente, 45 minutos e custa 179 NOK;
Flytoget: Trens expressos de alta velocidade que partem a cada 10 minutos e geralmente levam cerca de 19 minutos de viagem. Os ingressos custam 196 NOK na máquina ou no App Flytoget; e
- Trem Regional Vy: É a maneira mais popular e econômica. A viagem leva 23 minutos e os trens partem três vezes por hora. Os bilhetes custam 105 NOK.

Encontrei o martelo de Thor em frente a Oslo Central Station (Oslo S)


É claro que a minha escolha foi o trem regional. Na estação Oslo S existe um centro de informações turísticas onde pode ser comprado o bilhete para o trem. Me explicaram que os trens regionais para o aeroporto saem da plataforma 11. Basta embarcar em um dos 3 trens que saem a cada hora: (xx horas e 24 min para Eidsvoll / xx horas e 34 min para Lillehammet / xx horas e 54 min para Eidsvoll). O desembarque deve ser realizado na estação Oslo Lufthavn (aparece numa tela no interior do trem). Assim, consegui chegar da maneira mais barata no aeroporto e a missão na Noruega foi cumprida!

Na plataforma 11 o trem é anunciado numa tela e o itinerário está detalhado no mapa


Missão cumprida no trem regional em direção ao aeroporto!


MEU ROTEIRO


Roteiro completo: MISSÃO NORUEGA

Para mais informações sobre o país veja o post Noruega: Dicas e custos para planejar uma viagem pelo país.



Siga A Mochila e o Mundo:





Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 37 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações