Inicio » , , » Islândia (dia 6): As atrações da região do Lago Myvatn

Islândia (dia 6): As atrações da região do Lago Myvatn

Lugar de fenômenos geotermais e cenários da série Game of Thrones


Passei mais uma noite de neve dormindo dentro do carro, dessa vez no estacionamento de Hverir, um lugar que exala fumaça quente saindo do solo. Ao sair do carro pela manhã, me deparei com aquele cenário de "gelo e fogo" que seria a primeira atração a explorar naquele dia.

Passei a noite dormindo no carro no estacionamento de Hverir


Camada de neve naquele local de gás quente exalando do solo


HVERIR

Hverir está localizado ao lado do anel viário da Islândia (Golden Circle) e, portanto, é de fácil acesso. A entrada é livre, não há barreiras nem cobranças. Caminhar pelas poças fumegantes de Hverir é se sentir em Marte, o campo é cercado de fumarolas com cheiro de enxofre. Diz a lenda que respirar fundo aquela fumaça ajuda a curar resfriado, seria uma espécie de nebulizador natural, mas eu não quis arriscar a respirar aquela fumaça com cheiro de enxofre.

Uma plataforma de observação de poças de lama fervente


Fumarolas com cheiro de enxofre saindo do solo


KRAFLA POWER PLANT

A aproximadamente 6 km de Hverir funciona a Krafla, uma usina geotermal que é a maior fonte de energia da Islândia. Apesar de ser um ponto estratégico do país, o acesso à usina não tem barreiras nem controle de segurança, isso me surpreendeu e evidenciou o quanto a Islândia é um país seguro. Entrei na área da usina para visitar. Existe um centro de visitantes que proporciona visitas guiadas ao interior da usina, mas somente de junho a agosto, das 10h00 às 17h00. Como eu estava em abril, apenas caminhei pelo lado de fora dos geradores. Informações sobre a visita no site https://www.landsvirkjun.com/company/visitus

O acesso à usina geotermal de Krafla é livre


Entrei e segui direto para a cratera Víti ("inferno", em islandês) que fica a 2 km da usina. No seu interior existe um lago que estava congelado e coberto de neve. No caminho da cratera existe um mirante que é um dos melhores lugares para observar toda Krafla Power Plant.

Vista da usina a partir do mirante


Cratera Viti, hoje é apenas um lago que congela nos meses frios


Perguntei a um funcionário se eu poderia parar o carro perto dos geradores para observar de fora. Ele disse que sim, parecia nem se preocupar com um gringo estranho naquela área. A usina funciona com turbinas que giram com a força geotermal e fazem com que os geradores transformem em energia e transmitam através das estações elétricas. 

Local das turbinas que usam água para resfriar a temperatura


Linhas de transmissão de energia


Na estrada de saída da Krafla Power Plant existe um curioso local de banho à céu aberto, com as águas quentes das fontes termais. Como eu já me encontrava há alguns dias dormindo no carro sem tomar banho, enfrentei o frio para me lavar no estilo 0800. O vento estava forte mas a água estava quente, enquanto um lado do corpo congelava o outro relaxava. Já na estrada em direção ao lago Myvatn, passei pelo Lago Azul, à direita, e pelo Mývatn Nature Baths, à esquerda.

Banho de graça nas águas termais desse banheiro sem paredes


Passagem pelo Lago Azul em direção a Myvatn. Este local não é próprio para banho


Mývatn Nature Baths é um spa particular em que é possível se banhar nas águas termais


GRJÓTAGJÁ CAVE

Seguindo 12 km desde Krafla, cheguei em Grjótagjá Cave, uma pequena caverna de acesso livre formada de lava com águas termais no interior. Veja a localização no Google Maps. Durante a década de 1970, a Grjótagjá era um local de banho popular, mas durante algumas erupções de 1975 a 1984, a temperatura da água subiu para mais de 50°C, mas atualmente se encontra diminuindo a temperatura. Existe uma placa que avisa ser proibido se banhar nas suas águas, apesar de algumas pessoas ignorarem pois não há fiscalização. A caverna ficou famosa por ter sido usada como locação para o quinto episódio da terceira temporada de Game of Thrones, chamado Kissed by Fire.

Uma das entradas de Grjótagjá Cave


O interior da caverna foi cenário da série Game of Thrones


A formação geológica da caverna foi através de lava vulcânica


REYKJAHLID

Dei uma passada rápida na vila de Reykjahlíð, com cerca de 300 habitantes, que fica na beira do Lago Myvatn, para fazer compras no mercado e repôr a água da garrafa na torneira do banheiro. Diz a lenda que em 1729, durante uma erupção vulcânica, a vila foi destruída por um riacho de lava. No entanto, os habitantes foram salvos quando o fluxo de lava parou em frente à igreja da aldeia, supostamente como o resultado das orações do padre. Atualmente o Lago Myvatn é famoso por ter servido de cenário para filmes e séries como Game of Thrones, Veloses e Furiosos, 007 Um Novo Dia para Morrer e Star Wars: O Despertar da Força.

Pequena vila de Reykjahlíð nas margens do Lago Myvatn


DIMMUBORGIR

A 6,5 km da vila Reykjahlíð está Dimmuborgir, uma vasta área formada de campos de lava com rochas de formas exóticas e cavernas vulcânicas, lembrando uma antiga cidadela, por isso o nome Dimmuborgir significa "castelos escuros". Segundo as crenças nórdicas antigas, Dimmuborgir conecta a terra com as regiões infernais. Seria o lugar onde o diabo pousou quando foi lançado dos céus. O acesso é livre, não tem que pagar nem o estacionamento. Veja aqui a localização no Google Maps.

A entrada é livre, basta abrir o portão


Placa contando a lenda dos Yule Lads, seres folclóricos da Islândia que morariam no local


Trilhas bem marcadas e balizadas. Também há placas com mapas dos percursos


Essas formações rochosas estranhas surgiram através da lava acumulada em um pequeno lago. Enquanto a lava corria pela superfície úmida, a água do pântano começava a ferver, o vapor subindo formava pilares de lava. O lago de lava devia ter pelo menos 10 metros de profundidade, como estimado pelas estruturas mais altas ainda em pé.

Grandes pilares de lava deram origem às formações rochosas


A neve se mantém acumulada entre as rochas


Kirkjan ("a Igreja"), estrutura formada por tubos de lava


A localidade de Dimmuborgir ficou famosa por ter sido cenário de Game of Thrones, filmado no lugar onde o acampamento do exército de Mance Rayder foi construído na terceira temporada. A pedra furada é um ponto de referência do cenário. Para chegar nesse ponto, após entrar pelo portão principal, siga pelo caminho da esquerda.

Este local foi cenário de Game of Thrones na terceira temporada


Cenas de Game of Thrones em Dimmuborgir (créditos de viralthread)


A pedra furada é um ponto marcante do local


Outro ângulo da pedra furada


Lago Myvatn visto do alto de Dimmuborgir


PERNOITE

Depois de completar a exploração pela região do Lago Myvatn, peguei a estrada por 192 km (2h20) até o distante vilarejo de Raufarhöfn, no extremo norte do país. Veja o local no Google Maps. Seria meu local de pernoite para começar o dia seguinte visitando o enigmático monumento chamado Arctic Henge





Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 36 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações