Inicio » , , , » Noruega: Bergen, a antiga capital do país e suas atrações

Noruega: Bergen, a antiga capital do país e suas atrações

A segunda maior cidade norueguesa e uma das mais belas


Depois de rodar pelas estradas do interior da Noruega e realizar a maiores trilhas do país, era a hora de começar a explorar a civilização. Chegou a vez de Bergen que foi a capital da Noruega até 1299, quando então Oslo obteve esse título. Ainda assim, continuou a ser a maior cidade norueguesa até a década de 1830. Atualmente, é a segunda maior cidade do país com uma população de aproximadamente 250 mil habitantes e dizem ser uma das cidades em que mais chove na Noruega. Uma dica para quem vai passar mais tempo visitando esta cidade é obter o Bergen Card que ajuda a economizar na entrada nos museus e transportes.

Apesar de ser a segunda maior cidade da Noruega, Bergen possui apenas 250 mil habitantes


MONTE ULRIKEN

Pernoitei dentro do carro em um estacionamento gratuito ao lado do Hostel Montana, na periferia de Bergen. Na manhã seguinte, fui realizar a minha última trilha no país que seria no Monte Ulriken (643 m), a mais alta das sete montanhas que cercam a cidade. Também é possível chegar lá no ônibus nº 12, do centro da cidade para o bairro Montana. A partir do estacionamento, suba a Rua Johan Blytts até chegar numa estrada de cascalho com placas indicando os caminhos até Ulriken.

Floresta de pinheiros na subida da estrada de cascalho


Depois do cascalho, uma placa indica uma subida de 800 metros para Ulriken. Esses 800 metros não são tão fáceis pois são feitos através de uma escadaria de pedras bem íngreme que foi construída pelos Sherpas, o povo das montanhas do Himalaia. Os noruegueses trouxeram alguns Sherpas especialistas em construir estradas nas montanhas para preparar rotas nas principais trilhas do país (Preikestolen, Reinebringen, etc.).

Escadaria de pedras para o alto do monte Ulriken


Os Sherpas foram "importados" dos Himalaias para construir a escada


Uma maneira mais "nutella" de chegar no alto é através do teleférico chamado Ulriksbanen que parte próximo ao Hospital Haukeland. Veja a localização do teleférico no Google Maps. Tanto a trilha quanto o teleférico permitem lindas vistas da cidade, mas nada se compara com a visão lá do alto.

Ulriksbanen, o teleférico que leva ao topo do monte Ulriken


Vista da cidade a partir de um dos mirantes na escadaria


A caminhada dura cerca de 1 h 30 min e é muito popular para os moradores que sobem para fazer pic nic, se exercitar nos aparelhos, levar crianças para brincar e até atirar de arco e flecha. Lá em cima também existe WC, uma torneira de água potável e o restaurante Sky: Skraperen. Uma alternativa mais fácil para esse passeio (porém sem a mesma vista) é subir o Monte Fløyen através do Funicular Fløibanen que sai do centro de Bergen. Também é possível subir a pé e existe uma trilha que liga Ulriken a Fløyen (5 horas).

Topo do Monte Ulriken


O teleférico também é uma opção de descida depois da trilha


Vista da cidade acima das nuvens


Parece que todas as casas de Bergen são novas e bem cuidadas



Brinquedos para as crianças


Aparelhos para exercício físico


Mesas para pic nic no alto do Monte Ulriken


COMO IR DO AEROPORTO PARA A CIDADE

Depois de concluir a trilha, segui para o aeroporto de Bergen para devolver o carro alugado. Agora, a missão seria chegar no centro de Bergen sem gastar muito. Existem 3 maneiras básicas para chegar lá:

A mais cara: Pegar um táxi - 300 a 400 NOK;
A intermediária: Airport bus (Flybussen) - É mais rápido (30 min). O ônibus parte na via em frente ao terminal de desembarque - 105 NOK (reserva online). Se comprar na hora é 20 NOK mais caro;
A mais barata: City Light Rail (Bybanen) - Basta seguir as placas, fica no subsolo, lado de fora do portão de desembarque . Para chegar no centro, basta seguir até a última estação (Byparken / 45 min) - 38 NOK

Advinha qual foi a que eu escolhi... 😜

City Light Rail (Bybanen) é a maneira mais econômica de ir do aeroporto para Bergen


Há máquinas de tickets na saída do aeroporto e na plataforma do City Light Rail (moedas ou cartão de crédito)


BYPARKEN

Desembarquei na última estação que também é uma das atrações mais bonitas da cidade. O Byparken, traduzido como "Grande Parque" foi construído em 1865. O parque é cercado de belas construções históricas e enfeitado com flores. Também possui estátuas de personalidades famosas do país como do famoso compositor Grieg. No centro da praça está um dos cartões postais de Bergen: o coreto Musikkpaviljongen (o nome até assusta 😝).

O parque é um dos locais mais bonitos da cidade


O coreto Musikkpaviljongen é um dos cartões postais de Bergen


No centro do gramado está a estátua do compositor Edvard Grieg


Segui caminhando em direção ao porto para chegar no Mercado do Peixe de Bergen e passei pelo calçadão Torgallmenningen, cercado de lojas, restaurantes, bares, cafés e algumas estátuas como o Sjømannsmonumentet, um monumento que homenageia os navegadores noruegueses da época viking.

Não é longa a caminhada de Byparken até o porto


FISH MARKET

Um dos locais mais autênticos de Bergen e bastante interessante é o Mercado do Peixe (Fisketorget em norueguês). O mercado é uma feira histórica do comércio de peixe na região, mas com a mudança dos hábitos da população local, o mercado não é mais como antigamente. Atualmente está dominado por lojas de souvenirs, barracas de frutos do mar e restaurantes de cardápio variado. Ainda assim, pode-se ter uma boa ideia dos costumes locais ao observar os peixes vendidos. É possível conseguir amostras grátis dos itens mais comuns, como caviar de baleia e o salmão. Os preços são muito altos e um almoço pode chegar a 80 euros por pessoa. Se você quer economizar, sugiro comprar nos supermercados itens como caviar, arenque enlatado, mackrel em tomate, geleia de amora, etc.

Pratos típicos sendo exibidos pelos chefs. O preço dá indigestão 😪


Caranguejos vivos exibidos para a venda


Diversidade de frutos do mar


O mercado também vende frutas regionais


BRYGGEN

Perto do mercado está o local histórico onde nasceu a cidade de Bergen. Apesar dos incêndios do passado, um número considerável de casas de madeira ainda está de pé em Bryggen, que foi listado como Patrimônio Mundial da UNESCO. Após um incêndio em 1955, restos do primeiro assentamento em Bryggen foram descobertos. O Museu de Bryggen foi construído sobre estas fundações de madeira de 900 anos de idade. Ele contém a maior coleção do mundo de inscrições rúnicas medievais, principalmente inscritas em itens de madeira, mas apenas um pequeno número delas está em exibição.

A fachada dos edifícios de Bryggen ficam voltadas para o porto


As casas de madeira já foram destruídas nos incêndios de 1702 e de 1955


O pequeno centro turístico de Bryggen é composto de lojas e restaurantes


O centro histórico ainda possui outras atrações como o Bergenhus Fortress (1240) cuja entrada é gratuita na parte externa, mas o acesso é pago na salas principais; A St. Mary Church, a igreja mais antiga de Bergen; O Museu da Lepra que fica perto da estação de trem; e até o McDonalds de Bergen é uma atração pois mantém a arquitetura tradicional em madeira.

O McDonalds é estilizado no centro histórico de Bergen


 TREM BERGEN X OSLO

O percurso entre Bergen e Oslo (ou vice-versa) tem a fama de ser a viagem de trem mais bonita da Europa porque passa por paisagens ricas em lagos, florestas, casas de campo, etc. Por isso, acrescentei esse deslocamento como um dos objetivos do meu roteiro, apesar da longa duração. Dependendo da antecedência da compra da passagem, existem diferentes opções de preço e de horário (normalmente 4 horários). As opções de reservas podem ser escolhidas no site www.vy.no/en.

Estação de trem de Bergen


Reservei passagem no trem saindo 16h15 de Bergen e com previsão de chegada às 00h18 na estação central Oslo S (8 horas de viagem), com conexão na cidade de Voss. Escolhi tal horário considerando que eu teria o máximo de tempo para explorar Bergen e ainda aproveitaria a luz do dia para apreciar a paisagem durante o deslocamento (nessa região da Noruega estava escurecendo próximo de meia noite). O preço foi 465 NOK e era um dos mais "baratos" dentre as opções. Fiz a reserva online e recebi um código. O bilhete pode ser gerado em uma máquina na estação ou no App Vy.

Trem com destino à estação Oslo S


As paradas do trem até a conexão podem ser acompanhadas em uma tela


O trem é bem moderno, com banheiros que funcionam automatizados, internet Wi Fi grátis e tomadas disponíveis nos assentos. Sobre a paisagem, não me surpreendi tanto, afinal eu já havia passado pelas estradas e fiordes mais bonitos do país, porém mesmo assim valeu a pena me despedir daquela paisagem antes de retornar para a civilização. Meu próximo objetivo seria explorar a capital Oslo.

Banheiro da NASA!!! 😆


Tomada abaixo dos assentos


Cidade de Bergen através das janelas do trem


A viagem de trem é considerada por muitos como a mais bonita da Europa


No verão, o dia dura mais e é possível ver a paisagem até de noite


MEU ROTEIRO

Anterior: TROLLTUNGA

Roteiro completo: MISSÃO NORUEGA

Próximo: MUSEU KON-TIKI 



Siga A Mochila e o Mundo:






Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 37 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações