Inicio » , , , » Noruega: Atlantic Ocean Road, uma maravilha da engenharia norueguesa

Noruega: Atlantic Ocean Road, uma maravilha da engenharia norueguesa

Uma obra considerada como a construção norueguesa do século


A Atlanterhavsveien ou, como é conhecida turisticamente, Atlantic Ocean Road (Rodovia do Oceano Atlântico) é uma estrada de 8 km com 8 pontes e que foi construída por cima de um arquipélago de frente ao Oceano Atlântico. A ponte mais longa (260 metros) e famosa é a Storseisundet que ganhou o título de “Construção Norueguesa do Século”. Ela atrai a atenção pela sua curva acentuada assustadora que aparenta que o veículo vai sair voando!  Nos meses de outubro em diante, o susto aumenta com as tempestades que se aproximam do Atlântico e que fazem o mar colidir ondas gigantes contra as pontes. Apesar da fúria da natureza, a engenharia norueguesa continua vencendo.

Atlantic Ocean Road vista do alto (imagem da internet)


Durante o mau tempo, ondas imensas se chocam com as pontes, mas a estrada não pára (imagem da internet)


ONDE FICAR?

Para explorar a estrada do Atlântico bem cedo, pernoitei na noite anterior na Leite Gård, uma casa de família que recebe hóspedes no vilarejo de Lyngstad, que fica a apenas 8 km do meu destino e 40 km da cidade de Molde, onde eu havia chegado de avião. Fui muito bem recebido naquela casa limpa e organizada. O banheiro é compartilhado e oferece shampoo, sabonete e toalhas. Durante o dia também são disponibilizados gratuitamente biscoitos, frutas frescas, chá, café e cereais. Possui acesso grátis à internet Wi Fi. Para quem vai passar mais tempo, há a opção de aluguel de barco para ser usado no lago próximo à casa. É o melhor custo-benefício para quem vai visitar a Atlantic Ocean Road. A reserva pode ser feita através do site Booking.com ou pelo Airbnb (clique nos links). Veja a localização da Leite Gård no Google Maps.

Fiquei em uma autêntica casa de madeira no interior da Noruega


Um dos quartos confortáveis da Leite Gård


Cozinha disponível para uso dos hóspedes


Banheiro compartilhado sempre mantido limpo


ATLANTIC OCEAN ROAD

Acordei às 6h00 da manhã e preparei as coisas para seguir até a estrada. Eu teria que retornar para a cidade de Molde no mesmo dia pois tinha um vôo para Bergen decolando às 12h30. Como a Leite Gård fica a apenas 8 km da Atlantic Ocean Road, em 10 minutos eu já estava lá. A primeira experiência foi testar a sensação de atravessar a ponte Storseisundet e sua curva aterrorizante. Na verdade não teve nada demais nisso. A engenharia é tão perfeita que não se sente diferença estando dentro do carro ao passar pela ponte.

Pelo GPS é possível acompanhar a posição na estrada


Storseisundet e sua curva polêmica


Diferente dos relatos de mau tempo existentes, o mar estava bem tranquilo naquele dia de julho. A estrada possui alguns recuos em que é possível parar para fotografar ou estacionar o carro. No centro da rodovia existe um estacionamento maior onde se encontra o restaurante Eldhuset/Atlanterhavsveien Kafe e banheiros, atraindo alguns motorhomes que estacionam ali para pernoitar. No local, também há uma passarela que segue beirando o mar e permite um outro ângulo de visão da ponte Storseisundet.

Restaurante Eldhuset e o estacionamento


É possível fazer uma curta caminhada por uma passarela à beira mar


Escultura de um caranguejo feita com objetos encontrados no mar


Vista da ponte Storseisundet


Antes de finalizar minha visita à Atlantic Ocean Road, parei em um lugar seguro e segui caminhando por uma das ilhas até um ponto isolado em que apenas as gaivotas frequentam. Minha intenção era fazer um vôo de drone e, segundo as normas do país, o drone só deve ser usado a 150 metros de distância de pessoas e estradas. Naquele local, eu decolei para ter uma visão diferente da estrada que é uma obra interessante da engenharia norueguesa.

Parada para observar a estrada por outro ângulo


Encontrei um lugar calmo em uma das ilhas


Atlantic Ocean Road vista através de um drone DJI Spark


RETORNO A MOLDE

Às 9h00 iniciei o retorno à Molde e cheguei rapidamente, sem trânsito. Completei o tanque do carro alugado e entreguei às 10h30 no aeroporto. Às 12h30 decolei num avião da low cost norueguesa Wideroe em direção à cidade de Bergen. O vôo custou 81,62 euros e em 1 hora eu já estava na segunda maior cidade da Noruega para dar continuidade ao roteiro cujo objetivo daquele dia seria chegar em Preikestolen.


MEU ROTEIRO

Anterior: TROLLSTIGEN

Roteiro completo: MISSÃO NORUEGA

Próximo: PREIKESTOLEN



Siga A Mochila e o Mundo:





Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 37 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações