Inicio » , , , » Ucrania: Roteiro de 3 dias em Odessa, a pérola do Mar Negro

Ucrania: Roteiro de 3 dias em Odessa, a pérola do Mar Negro

A cidade misto de história do passado e balneário para os ucranianos


No meu planejamento, Odessa foi o ponto de partida do roteiro pela Ucrânia e, considerando o perrengue que foi chegar até ali, foi um bom começo para a exploração. A cidade tem um clima litorâneo com turistas, em sua maioria, do próprio leste europeu. Durante o século 19, foi a quarta maior cidade da Rússia imperial, depois de Moscou, São Petersburgo e Varsóvia. Durante o período soviético, foi o porto comercial e a base naval mais importante da União Soviética. Hoje em dia é um grande balneário ucraniano, porta para o Mar Negro. Como resultado do atual conflito contra a Rússia, Odessa foi atingida por três explosões à bomba em dezembro de 2014, uma das quais matou uma pessoa. Apesar do perigo recente, eu precisava que ir até lá para explorar a "pérola do Mar Negro".

O centro antigo de Odessa é cercado de construções históricas


Cheguei na cidade pela rodoviária e fui andando cerca de 2,5 km até o centro antigo. Fiquei hospedado no Life Hostel, um hostel escondido dentro de um antigo edifício. Apesar de ter área comum bem estreita e seus funcionários não falarem nada de inglês, possui camas boas e limpas. É bem localizado, fica na rua paralela à Derybasivska Street, a rua mais movimentada da cidade, cheia de bares, restaurantes e lojas. Mas o melhor de tudo é seu preço, paguei cerca de R$ 14 a diária no quarto coletivo!

Um dos edifícios mais espetaculares de Derybasivska Street



ROTEIRO DE 3 DIAS EM ODESSA

Passei 3 dias nessa cidade agradável e bem estruturada, com bons restaurantes, lojas, caixas ATM e com preços super acessíveis. Com um pouco mais de R$ 5 comprei um chip Vodaphone para usar internet com redes sociais ilimitadas. Veja abaixo o roteiro executado dia a dia em Odessa:


DIA 1

O primeiro dia começou a partir do momento da minha chegada e depois de deixar a mochila no hostel. Não é complicado conhecer os principais pontos de interesse do centro histórico, dá para fazer tudo a pé.

Apesar das placas com nomes em cirílico, achar as atrações pelas rua de Odessa é fácil


ODESSA OPERA AND BALLET THEATER

Eu diria que essa é a principal atração da cidade, primeiro pela sua localização central e segundo pela beleza de sua fachada no estilo barroco italiano. Sua construção teria custado 1,3 milhões de rublos de ouro. Possui nichos com os bustos de Mikhail Glinka, Nikolai Gogol, Alexandr Griboyedov e Alexander Pushkin. Os arquitetos projetaram 24 saídas para evitar uma tragédia em caso de um incêndio.

Já foi classificada como "a melhor Opera do Mundo"


A fachada da Opera House está enfeitada com belas estátuas



Assim que cheguei para conhecer o teatro, percebi que haveria uma apresentação cujo tema era o antigo Egito. Quando eu vi que o preço mais baixo de ingresso era 20 Hryvnia (cerca de R$ 2,50), não pensei duas vezes, comprei na hora. A senhora da bilheteria ainda tentou me alertar que aquele era um lugar "very, very, very bad", mas barato daquele jeito eu não quis saber. E pra não perder a oportunidade, entrei no teatro do jeito que estava, de bermuda e Havaianas.

Cartaz anunciando o espetáculo baseado no Antigo Egito


Fiquei no último andar no teatro podendo ter a impressão de sua magnitude


O teto do teatro e sua riqueza de detalhes como uma obra de arte



Foi aí que eu entendi porque paguei tão barato no ingresso... 😁



... mas nada atrapalhou o espetáculo egípcio



NOS ARREDORES DO TEATRO

A arquitetura de Odessa tem um estilo mais mediterrâneo que o russo, tendo sido fortemente influenciado por estilos franceses e italianos. Alguns edifícios são construídos em uma mistura de estilos diferentes.

Estátuas, jardins e arquitetura antiga


Luxuoso prédio da prefeitura de Odessa


E as estátuas se pegando do jeito que é bom



Em frente a prefeitura está um parque arborizado chamado Prymorskyi Boulevard. Nesta praça existe um vidro que é possível ver um sítio arqueológico do passado de Odessa. Nos arredores também existem importantes monumentos dos fundadores de Odessa, como a estátua de Catarina, a Grande.

Prymorskyi Boulevard que segue paralela à praça arborizada


Debaixo da terra também tem história neste sítio arqueológico


Monumento à Catarina II, a Grande


No meio do boulevard e no alto da escadaria encontra-se o Monumento ao Duque de Richelieu, que representa o primeiro prefeito de Odessa. A figura de toga romana foi o primeiro monumento erguido na cidade.

Ao lado da Estátua do Duque de Richelieu existe a superstição de tocar este relevo para dar sorte


ESCADARIAS DE POTEMKIN

Um dos maiores símbolos da cidade é essa escadaria que se estende por 142 metros, mas dá a ilusão de ser maior. As escadas foram construídas tão precisamente para criar uma ilusão de ótica. A pessoa que olha para baixo da escada vê apenas os níveis, e os degraus são invisíveis, mas uma pessoa olhando para cima vê apenas os degraus e os níveis são invisíveis. Do lado esquerdo da subida existe um funicular para ajudar a chegar no topo.
A escadaria é famosa pelo filme mudo A Batalha de Potemkim (1925)


MUSEU DE CERA DE ODESSA

Outra atração nos arredores da prefeitura é o discreto Museu de Cera cujo personagem Chewbacca de Guerra nas Estrelas anuncia da entrada. O museu não é grande, possui apenas duas salas pequenas com estátuas de personalidades famosas.

Chewbacca recebe os visitantes na porta do museu


A maior exposição é a réplica em cera da Santa Ceia de Leonardo Da Vinci


Mas o museu também tem um pessoal mal encarado...


...principalmente essa dupla que tem muita morte nas costas


Com esses dois deu para manter um "papo-cabeça"


Gostou ou não gostou do museu? 😠


DIA 2

O segundo dia em Odessa foi reservado para conhecer seu litoral, mas antes eu teria que seguir até a estação de trem para comprar a passagem para Kiev no dia seguinte. Segui andando pelo agradável passeio arborizado chamado Aleksandrovskiy skver ao longo de 1,5 km. No caminho foi possível ver feiras das mais variadas coisas, além de monumentos e ainda uma pista de arvorismo. No final do caminho está o Privoz Market, um mercado popular.

Primeira feirinha ao longo do caminho


Alguns produtos são novidades para os brasileiros


Muito legal essa garrafa de metralhadora


Caranguejo em conserva


O histórico Privoz Market

Seguindo pela esquerda, mais 700 m na Panteleimonivs'ka Street, depois do Privoz Market, está a Estação de Trem de Odessa. No caminho ainda encontrei coisas interessantes como a STVOL, uma loja de armas no estilo "caça & pesca" que vende desde fuzil a diversos equipamentos úteis para acampar, e também uma bela igreja ortodoxa russa com cúpula dourada.

Arquitetura que me fez sentir em plena União Soviética


A cúpula dourada da igreja ortodoxa russa brilha à luz do sol


TREM ODESSA X KIEV

O trem é uma opção barata e muito confortável para ir de Odessa à capital Kiev. Podem ser conferidos neste site. As opções são as seguintes:

- Chornomorets - Um tipo de overnight train confortável pra Kiev (260 Hryvnia), dura 8h. Tem as opções Sleeper 2º Classe (compartimento de 4 camas) e Sleeper 1ª classe (cabine com duas camas).
- Intercity - trem diário para Kiev que dura 7 horas. A viagem é feita no assento.

Número e horário (partida-chegada) dos trens para Kiev: Trem 764 Intercity (05:45-12:45) / Trem 762 Intercity (15:06-22:06) / Trem 094 (15:42-01:36) / Trem 148 (21:38-10:34) / Trem 248 (21:38-11:24) / Trem 106 (22:25-07:10) / Trem 146 (00:19-09:59).

A histórica e bem conservada estação de trem


A estação quase não possui informações em inglês e as atendentes dos guichês não falam inglês, aliás, não são muito receptivas a turistas falando inglês. Foi difícil dizer que queria comprar um ticket para Kiev, a sorte que eu anotei os números dos trens (acima) e levei para a única atendente de caixa que "arranhava" um inglês. Porém, nada adiantou, pois não havia mais vagas nos trens para Kiev devido a grande procura por ser verão no leste europeu. A opção seria ir de ônibus para Kiev que saem 6 vezes por dia e custam 300 Hryvnia.

A única caixa de toda a estação que fala (um pouco) de inglês


Na lateral esquerda da estação de trem é possível tirar uma foto no letreiro da cidade


Na praça ao lado da estação há um chafariz que faz papel de ducha nos dias quentes e alegra as crianças


PRAIAS DE ODESSA

O restante daquele dia quente seria nas praias do Mar Negro do litoral de Odessa. Para chegar lá é muito fácil e barato com o transporte público. O relato completo e detalhado está no post O balneário do Mar Negro em Odessa.

Odessa atrai turistas russos e de demais países do leste europeu pelas suas praias
 

De volta para o centro, para fechar o dia fui jantar na Derybasivska Street (a rua dos bares e restaurantes). Escolhi um restaurante chamado Chicken Café. Fiz o pedido que demorou mais do que de costume. Quando eu reclamei, descobri que eles esqueceram do pedido e a cozinha já tinha fechado. Saí estressado e com fome de lá, tendo que fechar o dia comendo um podrão na esquina 😤.

Cerveja regional ucraniana


DIA 3

Depois de fechar a diária no hostel, segui para comprar a passagem de ônibus noturno para Kiev. Ainda na fila do guichê, um segurança da estação se aproximou para ajudar. Ele disse que as passagens tinham acabado mas que ele tinha o contato do motorista e conseguiria a vaga. Mais tarde deu para perceber que ele ganhava algo com isso, era algum esquema... No entanto ele foi bem prestativo e ainda ajudou a deixar a mochila no guarda bagagem da estação. Com tudo resolvido, pude aproveitar o último dia em Odessa que foi dedicado, em sua maioria, à parte arqueológica da cidade.


MUSEU ARQUEOLÓGICO DE ODESSA

O museu é um dos mais antigos da Ucrânia, foi fundado em 1825, e funciona hoje também como centro de pesquisas arqueológicas. Sua coleção possui mais de 160 mil achados arqueológicos da região do norte do Mar Negro. Suas peças mais interessantes são sarcófagos egípcios (a maior coleção na Ucrânia), estelas com hieróglifos, fragmentos de papiros, peças romanas, etc. Mais informações no site do museu.

A fachada neoclássica do museu é uma das mais bonitas da cidade


Uma espécie de totem fálico


Uma das maiores dificuldades do museu é que não há placas em inglês 


O objeto mais interessante na minha opinião: um prato com um sol central cercado de signos do zodíaco


Outros museus da cidade de Odessa que eu não entrei:

- Museum of Western and Eastern Art (Muzei Zakhidnoho i Skhidnoho Mystectva) - dizem que é o mais interessante. Fecha quartas (40 UAH);
- Pushkin Museum - fecha segunda (30 UAH).
- Literature Museum - no começo da Lanzheronovska street
- Maritime Museum - entre Opera House e Literature museum
- Picture Gallery - no começo da Sofievska Street. Foi palácio do Principe Pototskyi
- Museum of the Cinema - na 33 French Boulevard
- Odesa Region Museum Chocolate museum, Contraband museum, etc.

Depois do museu fui andando até a Witch House (casa da bruxa) de Odessa


PRAÇA DA CATEDRAL

Ao lado do hostel onde me hospedei ficava a Catedral Spaso-Preobrazhensky ou Catedral da Transfiguração. É uma igreja pertencente à Igreja Ortodoxa Ucraniana (Patriarcado de Moscou) dedicada à transfiguração do salvador.

Fundada em 1794, foi a primeira igreja da cidade de Odessa


Curiosidade: Os sinos da catedral são controlados por um dispositivo eletrônico capaz de tocar 99 melodias


Considero o interior dessa igreja como o mais bonito que eu vi na Ucrânia


Na praça da catedral existem barracas de artesanatos e lembranças regionais



ODESSA PASSAGE

Ao lado da Praça da Catedral está a "passagem de Odessa" que foi construída no final do século 19 como um hotel, era o melhor do sul da Rússia naquela época. O edifício Passage é todo decorado, abrigando no interior várias lojas, restaurantes, escritórios e um hotel nos andares superiores.

 Não se paga nada para entrar e admirar essa construção


Os detalhes e esculturas da Passage fazem dela um museu


CATACUMBAS DE ODESSA

No subterrâneo da cidade de Odessa está a maior rede de catacumbas do mundo, com cerca de 2,5 km de extensão. A maioria dos turistas visitam as catacumbas através de agências pois é difícil achar informações de sua entrada, mas eu fui até lá e explico como chegar e o relato detalhado no post As Catacumbas de Odessa, as maiores do mundo.

As catacumbas foram usadas também como esconderijo na Segunda Guerra Mundial


CUSTOS (agosto 2017)

- 2 diárias no Life Hostel - 240 Hryvnia
- Espetáculo no teatro - 20 Hryvnia
- Museu de Cera - 80 Hryvnia
- Sanduíche - 45 Hryvnia
- Ônibus Odessa x Kiev - 300 Hryvnia


MEU ROTEIRO


Roteiro completo: MISSÃO UCRÂNIA-ROMÊNIA

Próximo: MAR NEGRO


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações