Inicio » , , , , , » Romênia: A tumba de Drácula no Monastério de Snagov

Romênia: A tumba de Drácula no Monastério de Snagov

O local que guarda a último vestígio do homem que inspirou Drácula


Sempre nos meus planejamentos de viagem deixo os últimos dias mais folgados, seja para servir de "flexibilidade" caso algo dê errado, ou seja para descansar mesmo porque a batida é pesada. Pois bem, era para ter sido assim nos meus últimos dias em Bucareste, mas não foi. Ainda quando eu estava na Transilvânia, fiquei pensando como teria terminado a história do Drácula (Vlad Tepes) e onde estaria seu corpo. Mas somente quando eu cheguei no hostel em Bucareste que descobri um cartaz na parede oferecendo um tour a "Snagov" onde estaria a tumba de Vlad Tepes. Não consegui ignorar a informação, então surgiu uma missão extra naqueles últimos dias de viagem!


COMO CHEGAR?

A única informação que eu tinha era que a tumba de Vlad Tepes, o Draculea, estava no Monastério de Snagov. Comecei então a pesquisar na internet como chegar na cidade de Snagov e vi pelo Google Maps que estava a apenas 41 km de Bucareste, não era longe. Continuei procurando um meio de chegar lá e descobri que haviam vans partindo do terminal de transportes públicos na Praça Presei Libere. Fica do outro lado da Avenida que passa em frente à entrada do Hard Rock Cafe Bucareste. Veja a localização exata aqui.

Terminal de transportes da Praça Presei Libere


Descobri ainda um texto com o seguinte detalhe: "... para chegar no monastério de Snagov, de preferência, use o "maxitaxi" (uma espécie de minibus) # 443 para Siliştea Snagovului (viagem de uma hora). De lá, é uma caminhada de um quilômetro até o lago." Acabei ignorando esse detalhe e, ao chegar no terminal, vi a van número 443 e perguntei ao motorista se ela ia sair para Snagov. Ele apontou para a van 444. Realmente a van 444 já estava quase saindo, então eu embarquei nela. Mas durante o percurso eu fui olhar com calma no Google Maps e descobri que apesar do nome ser "Monastério de Snagov", na verdade o acesso à ilha onde fica o monastério é do outro lado do lago da cidade de Snagov, onde ficava o tal vilarejo Siliştea Snagovului. Eu teria que andar uns 15 km para dar a volta ao lago até lá 😓.

Peguei a van para o destino errado e tive que andar quilômetros para chegar


Ainda na van, já sem esperanças, perguntei ao motorista se ele passaria por Siliştea Snagovului. Ele me disse que eu deveria ter pego a van 443. Pois é, me ferrei. O motorista não falava nada de inglês, foi um passageiro que ia traduzindo a nossa conversa. Ele disse que a van 443 demoraria 2 horas para passar naquela estrada. O motorista me deixou no ponto mais próximo do caminho para Siliştea, era esperar a van ou seguir 7 km andando, claro que escolhi a segunda opção.

A igreja ortodoxa era o sinal que eu havia chegado no vilarejo de Siliştea


MONASTÉRIO DE SNAGOV

O monastério fica localizado na única ilha do lago Snagov cujo acesso mais fácil é através do vilarejo Siliştea Snagovului. No final da Rua Mânăstirea Vlad Tepes há uma ponte que liga o vilarejo à ilha. Outro meio de chegar na ilha é através de barco, mas teria que ser alugado em Snagov e ficaria muito caro. Veja a localização do monastério aqui.

A rua do vilarejo que dá acesso à ponte tem o nome do Drácula


Acesso à ponte do monastério


Ponte que liga o vilarejo à ilha do Monastério de Snagov


O monastério foi fundado no início do século 15. Chegou a funcionar como local de cunhagem de moedas do principado medieval da Valáquia, mas é famoso por outro motivo. É naquele lugar que se acredita estar a tumba de Vlad Tepes, o Draculea, príncipe da Valáquia cuja lenda inspirou o escritor irlandês Bram Stoker a criar seu romance "Drácula", de 1897.

Igreja do Monastério de Snagov onde se encontra a tumba de Drácula


A igreja foi construída no estilo bizantino


Possui 4 torres, sendo apenas uma original, as demais foram reconstruídas após um terremoto em 1940


A tumba de Vlad Tepes se encontra no interior da igreja do monastério e para visitá-la é cobrada uma taxa de 15 Lei por pessoa. Ninguém sabe ao certo como o Drácula morreu. Alguns historiadores acreditam que ele tinha 45 anos quando foi morto numa batalha contra os turcos. Sua cabeça teria sido levada para Constantinopla (atual Istambul) como prova de sua morte e ficou cravada numa lança em exibição por bastante tempo. Apenas o corpo sem cabeça teria sido enterrado no monastério.

Local do altar onde está a suposta tumba do Drácula


Tumba de Vlad Tepes, o Drácula da vida real


Será que a cabeça de Drácula foi cortada por outro motivo, talvez ligado ao vampirismo? Acho que a teoria menos "fantástica" é a que sugere que Drácula morreu sendo emboscado pelos burgueses da Valáquia descontentes com seu reinado, da mesma forma que teria acontecido com seu pai, Vlad Dracul. 

Várias teorias tentam explicar a misteriosa morte de Vlad Tepes


As pinturas das paredes da igreja são bem conservadas


A construção de toda a área do Monastério, inclusive a igreja, teria sido feita com o financiamento de 3 pessoas, uma delas seria o próprio Vlad Tepes quando vivo. Não há muita coisa para se ver por ali, a ilha é pequena e numa volta rápida já se conhece tudo. É um lugar tranquilo pois não é muito conhecido da massa turística.

Uma espécie de coreto nos jardins do monastério


Alguns pôneis são vistos no terreno da ilha


Carro de boi abandonado


Poço de onde é retirada a água do monastério


RETORNO A BUCARESTE

Para retornar a Bucareste, basta atravessar a ponte de volta e seguir até o final da rua, 1 km depois ela termina na estrada. Nesse local existe um ponto de ônibus onde param as vans 443 com destino à capital. Como o dia estava quente, entrei no mercadinho em frente para comprar algo para beber. Perguntei para o caixa sobre a van para Bucareste e ele me mostrou um cartaz com os horários. Esperei alguns minutos e enfim minha missão havia sido concluída, tanto em Snagov quanto na Romênia.

Horários da van 443 Bucareste-Siliştea


Bebida gelada e barata que eu comprei no mercadinho


Van 443 retornando à Bucareste


Mais informações sobre o Drácula deixei no post Sighișoara, a cidade natal de Drácula e no post O Castelo de Bran e a lenda de Drácula na Transilvânia.


CUSTOS (agosto 2017)

- Café da manhã (fatia de pizza) - 4 lei
- Metrô (ida/volta) - 5 lei
- Van para Snagov - 6 Lei
- Entrada no local da Tumba - 15 Lei
- Suco gasoso 2,5 L - 5 Lei
- Van para Bucareste - 7 lei


MEU ROTEIRO

Anterior: BUCARESTE

Roteiro completo: MISSÃO UCRÂNIA-ROMÊNIA

Próxima: RETORNO POR AMSTERDÃ


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações