Inicio » , , , » Noruega: Geiranger e suas belezas naturais incomparáveis

Noruega: Geiranger e suas belezas naturais incomparáveis

Uma das regiões mais visitadas da Noruega durante o verão


Ao sair de Lofoten, peguei um vôo da Norwegian até o aeroporto de Molde (Moldê, como se pronuncia em norueguês). Cheguei por volta de 23h30 daquela noite de julho e o Sol da Meia Noite estava lá no horizonte. Minha intenção ao me deslocar até aquela cidade desconhecida no oeste da Noruega era alugar um carro e percorrer uma rota que começaria pela popular Geiranger, uma pequena cidade situada em meio a um dos fiordes mais belos do mundo. A localidade tem cerca de 240 habitantes permanentes, porém, nos meses de verão, o número de pessoas chega a 2 mil!

O Sol da meia Noite no mês de julho no horizonte


COMO CHEGAR?

Para chegar em Geiranger de avião, existem duas opções de cidades próximas com aeroporto:

- Ålesund: a opção mais popular pois fica a 108 km de distância e o deslocamento dura cerca de 2h10min de carro. É necessário atravessar o trecho Linge x Eidsdal (27 min/2,7 km) de ferry.

- Molde: foi a opção que escolhi pois seria mais estratégica para o meu roteiro que passaria por Trollstigen e a Atlantic Ocean Road na volta de Geiranger. A cidade fica a 107 km de distância e o deslocamento dura cerca de 2h50min de carro. É mais demorado que Ålesund pois é necessário atravessar dois trechos de ferry, um de Molde a Vestnes (48 min/11km) e outro de Linge a Eidsdal (27 min/2,7 km).

O ferry de Molde a Vestes foi meu primeiro contato com os ferries da Noruega


Aluguei um carro na empresa SIXT que custou 87,50 USD a diária mais barata que foi um Hyundai i30 equipado com GPS, o que facilitou os deslocamentos. Dormi dentro do carro e no dia seguinte segui viagem. Para atravessar os trechos de ferry não havia mistério. O GPS guiou até o porto onde os carros fazem fila para embarcar. Os ferries eram grandes e sobravam vagas, mesmo sendo alta temporada no país. Eles saem a cada 20 min em média e, para pagamento, basta entrar e aguardar um funcionário que passa cobrando nos carros durante o deslocamento do ferry. Normalmente, pode ser pago em dinheiro ou cartão.

Os ferries possuem WC e restaurantes


A estrada antes de chegar a Geiranger é outro espetáculo, vale a pena fazer umas paradas


Inacreditável o efeito de reflexo dos fiordes


Outro meio de chegar a Geiranger é através de cruzeiros


ØRNESVINGEN / EAGLE ROAD

O último trecho antes de chegar em Geiranger é um dos mais interessantes. A estrada estreita desce em zig zag até o nível das águas. No meio da descida existe um mirante numa altitude de 620 metros acima do nível do mar denominado Ørnesvingen (Estrada da Águia) e possui um recuo para estacionamento. Este é um dos melhores locais para observar o Geirangerfjord (Fiorde de Geiranger) com sua forma de "S" e considerado um dos fiordes mais bonitos do mundo na classificação da revista National Geographic. Este fiorde também consta na lista de patrimônio da humanidade da UNESCO desde 2005.

Do mirante é possível ver a pequena Geiranger ao fundo


Abaixo da plataforma do mirante escorre as águas de uma cachoeira no verão


Uma das vistas mais privilegiadas do Geirangerfjord


Com seu formato de "S" é considerado um dos fiordes mais bonitos do mundo


FLYDALSJUVET

Ao chegar em Geiranger, segui por mais 4 km subindo a partir do centro até o ponto da impressionante Flydalsjuvet Rock. O local possui banheiros e murais informativos. Existe um mirante "nutella" com uma área delimitada por correntes, e o mirante "raiz" que possui uma das vistas mais fantásticas da Noruega, sendo possível tirar uma foto na rocha projetada sobre um abismo e, ao fundo, a imagem do fiorde de Geiranger e dos cruzeiros ancorados. Para quem sobe de carro há estacionamento disponível, mas para quem chegou de cruzeiro, a cidade oferece um ônibus CitySightseeing que funciona de maio a setembro, normalmente das 9h00 às 16h00.

No local, existe um mirante mais seguro para quem tem medo de altura


Foto clássica na Flydalsjuvet Rock


A cidade de Geiranger pode ser vista de cima a partir do mirante


GEIRANGER

A pequena Geiranger tem o segundo maior porto de cruzeiros da Noruega, recebendo cerca de 160 navios nos meses de alta temporada, entre maio e setembro. É nesse período que a cidade é visitada por centenas de turistas que chegam em grandes cruzeiros pela facilidade de passagem no Geirangerfjord cujas as águas possuem até 250 m de profundidade ao longo dos seus 16 km de comprimento. O porto da cidade possui alguns restaurantes e lojinhas, mas a maior atração é a cor da água nos dias ensolarados.

Antiga casa tradicional norueguesa


O dia estava quente mas a água estava congelante


A profundidade do fiorde facilita a chegada de cruzeiros


FOSSEVANDRING

Outra atração imperdível em Geiranger é a Fossevandring, a cachoeira que escoa no meio da cidade. Esta storfossen (cachoeira, em norueguês) possui uma escadaria de 327 degraus que leva do centro de Geiranger (parte baixa da cidade) até o Norwegian Fjord Center e o Hotel Union (parte alta da cidade), ou vice-versa. No alto, existe uma plataforma de observação com vista por sobre a cachoeira e de frente para as águas do fiorde.

Riacho criado pelas águas da cachoeira na parte baixa da cidade


Escadaria de 327 degraus junto à cachoeira


O volume de água é o destaque da queda


Plataformas de observação da cachoeira


PARTIDA PARA TROLLSTIGEN

Outra atração da região é o Dalsnibba, uma subida de 43 min de carro por 20,8 km. A mais alta vista de fiorde da Europa na plataforma chamada Skywalk, cerca de 1500 m acima do nível do mar. O valor era de 150 NOK por carro. Pelas fotos eu acho que não vale o preço se comparado com tanta atração bonita de graça. Então, por volta das 16h00 deixei Geiranger para trás e iniciei o deslocamento para o meu próximo objetivo que seria Trollstigen. Mais 67 km de estrada com uma duração aproximada de 2 horas. Para chegar lá é necessário atravessar um trecho de ferry entre Eidsdal e Linge (2,7 km). Este caminho cênico é um dos mais bonitos da Noruega.


MEU ROTEIRO

Anterior: LOFOTEN

Roteiro completo: MISSÃO NORUEGA

Próximo: TROLLSTIGEN



Siga A Mochila e o Mundo:





Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 37 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações