Inicio » , , , » Ucrânia: Roteiro de 2 dias em Lviv, a herança polonesa no oeste do país

Ucrânia: Roteiro de 2 dias em Lviv, a herança polonesa no oeste do país

A cidade de arquitetura mais bela e diferente do restante do país


Lviv é uma cidade histórica de 800 mil habitantes localizada no oeste da Ucrânia, perto da fronteira com a Polônia. Já pertenceu à Polônia (1340), Áustria (1772), de novo a Polônia (1919) e enfim à Ucrânia (1939). Por esse motivo, a arquitetura da cidade é bem diferente do restante da Ucrânia, tendo características da Europa central.


COMO CHEGAR?

Cheguei em Lviv de trem a partir de Kiev. A partida foi 7h e chegou em Lviv às 12h na estação Lvov Podzamche (não é a principal). O destino final daquele trem era a cidade polonesa de Przemyśl. Muitos trens que ligam Kiev aos demais países do leste europeu passar por Lviv.

Trem moderno que liga Kiev a Lviv


Depois que desembarquei, segui andando até o centro histórico da cidade. Fiquei hospedado no Premium Hostel, um lugar com instalações novas, limpas e funcionários muito prestativos e que falam inglês. Paguei apenas R$ 15 a diária!

Quarto coletivo bem limpo e organizado no Premium Hostel


A cidade ainda é um destino turístico pouco conhecido da maioria dos turistas. Poucos falam outras línguas estrangeiras, exceto o polonês. Mas isso está mudando entre os jovens da nova geração, Lviv é um lugar de viajantes pioneiros, ainda bastante desconhecida mas muito barata para os padrões ocidentais. Também é um lugar mais autêntico por isso, ao contrário de lugares como Praga ou Budapeste sempre lotados de turistas.

Poucos turistas conhecem a cidade de Lviv


DIA 1


IGREJA DOS JESUÍTAS

A Igreja dos Jesuítas foi construída entre 1610 e 1620, sendo dedicada aos Sts. Peter e Paul. Uma gigantesca torre de relógio de 80 metros de altura foi construída no lado sul, tornando-se o prédio mais alto da Galiza. A parte superior desta torre foi demolida em 1830. As pinturas das paredes foram bastante danificadas durante o poder dos soviético que usaram a igreja como depósito de material.

Apesar do passado turbulento, a igreja possui um lindo interior


No momento que entrei acontecia um casamento em que os noivos utilizavam uma coroa


A pirâmide com um olho, o suposto símbolo dos Illuminatis no teto da igreja?


O altar se encontra em processo de restauração


Anjo dourado faz parte dos tesouros arquitetônicos da igreja


Estranho disco na decoração do pilar da igreja


HIGH CASTLE

Como sempre começo a explorar pela parte mais distante, subi a rua para o High Castle (castelo alto) em direção ao mirante da cidade de Lviv. Hoje é um parque com algumas ruínas do que já foi um castelo no alto da colina.

Ladeira da subida ao High Castle


Lá de cima há um mirante com a bandeira da Ucrânia no alto


JARDIM DOS BRINQUEDOS 

Eis um lugar diferente de tudo que eu já vi pelo mundo, diria até que bem macabro. É um jardim escondido por trás de alguns edifício antigos, numa área não muito movimentada da cidade. O Jardim dos Brinquedos (Toy Yard) fica no caminho que vai para High Castle. Este lugar sem igual foi criado por Vacily Petrovich.

O discreto jardim de Vacily Petrovich


Hoje, diversos brinquedos estão espalhados por lá


Diz a lenda que Vasily encontrou dois brinquedos abandonados e com a esperança de que a criança que perdeu viesse buscá-los, colocou com segurança em uma prateleira, sob um estreito teto no pátio. Infelizmente essa suposta criança nunca apareceria. Foi então que algo estranho aconteceu. Outros brinquedos começaram a aparecer misteriosamente no pátio de Vasily. Alguns teriam sido colocados lá pelos vizinhos, mas outros brinquedos teriam ido até lá por conta própria, por terem sido maltratados por algumas crianças.

Um dos mais assustadores brinquedos é esse Alf de tamanho real


Prateleira lotada de brinquedos que aguardam um dono novo


 Bichos de pelúcia são a maioria dos brinquedos "perdidos"


Mesmo nos pontos mais escondidos da cidade existem belas construções


CATEDRAL ARMÊNIA

No centro da cidade está a Catedral Armênia. Dois vendedores armênios iniciaram a construção dessa catedral no século 14. Dois séculos depois, a igreja foi renovada e obteve novos edifícios como o palácio dos arcebispos, o mosteiro dos beneditinos, a construção do banco armênio (o mais antigo de Lviv), o altar de madeira e a coluna com figura de San Cristóbal. No pátio da catedral tem uma necrópole datada dos séculos 14 a 18.

 Catedral Armênia é o monumento mais antigo da cidade


O interior rico e vívido da Catedral Armênia


Escultura na necrópole externa


Lápide antiga com inscrições


PRAÇA DO MERCADO

Esse é o principal point da cidade, com bares, restaurantes, lojas de doces, artesanatos, feiras, museus e shows regionais ao vivo! Está sempre movimentada, principalmente no verão. 

A Praça do Mercado é lugar mais turístico e frequentado da cidade


Capacho com a imagem de Putin mostra o quanto ele é "querido" pelos ucranianos


Show de música típica ao vivo e de graça na praça


5 loiras que se apaixonaram por mim 😉


BLACK HOUSE

O museu da Black House é uma das construções que mais chama a atenção na Praça do Mercado, tendo sido construída com fachada de arenito por um morador italiano. No térreo funcionou uma das primeiras farmácias da cidade.

Na hora da foto a câmera captou um sinistro palhaço


TORRE DO CONSELHO MUNICIPAL

Uma das atrações mais legais e que permite a melhor vista da cidade é a Torre do Conselho localizada no meio da Praça do Mercado. Para chegar lá é necessário subir 350 degraus, em uma altura de 65 m. Lá de cima a vista vale muito a pena.  Funcionamento: de segunda a quinta, das 9h às 18h; Sexta-feira, das 9h às 17h e sábado-domingo fechado.

O prédio da antiga prefeitura fica no meio da praça e foi de madeira em 1357 


 
Simbologia maçônica na sacada em frente a entrada da torre


A arquitetura da cidade é ainda mais bonita do alto


Catedral Latina de Lviv


A proeminente torre Korniakt da Dormition Church


Monumento a Adam Mickiewicz visto do alto


Mais uma bela fachada de igreja


Mas não é só olhando do alto que Lviv impressiona. Fui dar uma volta pelas ruas da cidade e conheci outros ângulos dos principais monumentos arquitetônicos. 

Igreja da Sagrada Comunhão


A cidade ainda mantém seu ar medieval


Dormition Church vista de perto


Feira improvisada na praça em frente à igreja


Entre brinquedos, o livro de Hitler


Vagão de um antigo bonde que serve de quiosque de artesanatos e livros


Apesar de antiga, a cidade é muito bem preservada


Praça do Monumento a Adam Mickiewicz


Potocki Palace foi a residência de um grande nobre austríaco


Por onde se olha há uma arquitetura de impressionar


Ao escurecer foi um drama para achar algo para comer. Os restaurantes mais baratos fecharam e apenas aqueles na área turística estavam abertos. Rodei a cidade toda e até o McDonalds havia fechado. Só estava aberto um estabelecimento vendendo kebab. Como essa não era a minha praia, acabei comprando um sanduíche e uma garrafa de iogurte num mercadinho e fui dormir de barriga cheia.

Noite na Praça do Mercado


Activia ucraniano


DIA 2

Depois de fechar a diária no hostel, segui andando em direção à estação central de trem de Lviv sem saber como eu iria embora daquela cidade. Como eu não tinha horário marcado, fui andando pelas ruas históricas conhecendo seus edifícios e monumentos.

Monumento ao poeta e escritor ucraniano Taras Shevchenko


Cada esquina de Lviv tem seu charme arquitetônico


Monumento aos Combatentes pelo Sistema de Estado Ucraniano


O caminho até a estação ferroviária possui igrejas com belezas arquitetônicas como a Catedral de São Jorge, construída no que era uma colina com vista para a cidade. Já existia igreja naquele local desde 1280, sendo essa a terceira construção. Foi a igreja mãe da Igreja Greco-Católica Ucraniana nos séculos 19 e 20.

A Catedral de São Jorge fica numa pequena colina em Lviv


Antigos minibuses de Lviv


Outro destaque para a Igreja de St. Olha e Elizabeth que, apesar da beleza atual em estilo neogótico, foi danificada em um bombardeio em 1939 e, durante a era soviética, foi usada como armazém, caindo ainda mais na ruína, até ser devolvido aos fiéis com o colapso da União Soviética.

Monumentos da praça ao lado da Igreja


A Igreja de St. Olha e Elizabeth semelhante ao da Igreja Votiva em Viena


No tempo que ainda me restava antes de embarcar, resolvi seguir andando pela Rua Stepana Bandery cheia de construções históricas até o local da Cidadela de Lviv. Onde hoje existe um hotel de luxo, o Citadel Inn, foi um campo de prisioneiros militares utilizados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Era conhecido como a "Torre da Morte". Diz a lenda que até 100.000 prisioneiros, principalmente russos, morreram de fome naquele local. Bizarro né? Pois eu fui lá ver de perto.

Ônibus elétrico faz o transporte público em Lviv


Universidade Nacional Politécnica de Lviv


Parte do antigo forte que serviu como campo de prisioneiros nazista


Encontrei uma fonte de água seca com duas estátuas de um estranho leão. Na placa, dizia que haviam 8 estátuas dessas na sacada da prefeitura de Lviv, um edifício que já não existe. Os leões foram espalhados, sendo 2 na entrada de um gruta do High Castle e outro na Galeria de Arte de Lviv. Os outros 3 estão desaparecidos.

As estátuas dos leões teriam sido esculpidas em 1619


Estátua em alto relevo de um religioso


Na esquina o suntuoso edifício do Museu Nacional Memorial Lonsky Prison


PARTIDA PARA CHERNIVITSI

Minha intenção inicial seria ir para a cidade de Mykolaiv e depois Stil'sko onde existem cavernas que formam um complexo histórico e cultural dos croatas brancos, datadas dos séculos 7 a 10. Mas quando eu vi que não haveria transporte fácil para voltar, percebi que aquilo atrasaria minha ida à Transilvânia (próximo destino). Então resolvi seguir direto para a fronteira, na cidade de Chernivitsi. O terminal de ônibus e de trem ficam próximos.

Estação Central de Tem de Lviv


CUSTOS (agosto 2017)

- Trem Kiev x Lviv - 301,28 Hyvrina


MEU ROTEIRO

Anterior: CHERNOBYL

Roteiro completo: MISSÃO UCRÂNIA-ROMÊNIA



Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações