Chapada dos Veadeiros: O incrível Vale da Lua

Um lugar que impressiona pelas suas rochas que não parecem ser deste mundo


Durante milhões de anos, as águas revoltas do Rio São Miguel esculpiram formações rochosas que parecem uma paisagem lunar. A rochas exóticas contendo quartzo, areia e argila fazem correr entre si águas frias de cor esmeralda que formam piscinas naturais. É uma das atrações mais simbólicas da Chapada dos Veadeiros e que recebe anualmente centenas de turistas do mundo todo.


COMO CHEGAR?

Localizado nas imediação da vila de São Jorge, o Vale da Lua está fora do Parque Nacional, em área particular. É cobrada uma taxa de R$ 20 (dezembro/2015) por pessoa pelo acesso.  Fica distante 10 km de São Jorge, sendo 4km em estrada de terra. Basta seguir a estrada em direção a Alto Paraíso e entrar no ponto sinalizado pela placa.

Esta placa pode ser vista por quem vem no sentido de São Jorge


Estrada de 4 km de terra até a entrada do Vale da Lua


Chegando na entrada do Vale da Lua existe uma área de estacionamento. No controle de acesso, depois de efetuado o pagamento da taxa de entrada, o visitante tem que preencher um livro com dados pessoais, provavelmente para o caso de se meter no meio do mato e se perder. Ali também tem um restaurante que vende refeição.

O funcionamento é de 7h às 17h


Placa com as normas de visitação e o mapa da trilha


O Vale da Lua foi minha primeira aventura na Chapada dos Veadeiros. Vindo de carro alugado desde o aeroporto de Brasília em direção a São Jorge, cheguei por volta de 13h00, direto lá, antes de chegar em São Jorge, já que fica no caminho e assim se economiza tempo e combustível. É o tipo de passeio que dá para encaixar no dia de chegada à Chapada e fazê-lo em meio dia. 

Depois da entrada a caminhada é curta até a grande atração


A TRILHA PARA O VALE DA LUA

Depois da entrada, a trilha é curta até chegar no Rio São Miguel que forma a paisagem lunar. Para dar a volta em todo o circuito de trilhas (ida e volta) se percorre apenas 1.200 metros. A trilha segue até uma bifurcação e o ideal é seguir pela esquerda (a direita leva direto à piscina). No caminho da trilha está o Mirante da Serra do Segredo.

A Serra do Segredo faz a imagem ao fundo do Vale


A trilha passa por uma pedra que serve de mirante



UM PASSEIO PELA LUA

A trilha enfim chega na exótica formação lunar que dá nome ao lugar. Em estações chuvosas este local chega a ser perigoso e seu acesso é restrito devido às trombas d´água repentinas. O rio enche rápido e pode arrastar uma pessoa com facilidade para meio das fendas na rocha, podendo ter um resultado fatal.

O vale do Rio São Miguel aparenta ser um local de outro planeta (ou satélite!)


As vezes não dá para acreditar aonde se pisa


A água corre por entre fendas nas pedras que parecem esculturas


Existe pontos sinalizados com placas alertando do perigo de caminhada, basta ter atenção aonde pisa. As pedras são porosas e não escorregam, mas pisar em falso em um buraco ou fenda pode ser motivo de acidente. Vale a pena explorar o Vale da Lua por entre sua formação exótica e admirar esse lugar único da Chapada dos Veadeiros.

A caminhada tem que ser feita com atenção em alguns trechos


Ao fundo, a Serra do Segredo contrasta com a "superfície lunar"


Existe ainda uma trilha de 7 km para quem pretende vir andando desde a vila de São Jorge, e pode ser encontrada no site Wikiloc e baixada para GPS. Não esqueça de levar protetor solar e uma garrafa d´água para suportar o calor que faz até em dias nublados, mesmo que você não vá fazer a trilha e vai apenas permanecer nas piscinas naturais. Veja abaixo mais imagens "loucas" do local:

O Vale da Lua teria sido formado há 600 milhões de anos segundo a Wikipedia


Cachoeiras quase inacessíveis por entre as fendas


Um lugar para admirar e nunca se esquecer


Seria uma pegada de gigante ou só uma formação natural?


AS PISCINAS 

No final da caminhada, o prêmio são as piscinas formadas pela água do Rio São Miguel. As águas são refrescantes, não são geladas, sendo este o ponto de maior aglomeração de pessoas em finais de semana e feriados. Em certos pontos as águas são profundas e permitem o salto de cima das pedras. 

Placas indicam na trilha a entrada das piscinas


Depois da exploração numa tarde quente, as piscinas salvam do calor


NATUREZA AO REDOR

O Vale da Lua é um passeio considerado leve e com paisagens sem igual em toda a Chapada, não somente pelas pedras, mas pela vegetação aberta do cerrado. É um lugar que mescla paisagens exóticas, banhos refrescantes e natureza exuberante, uma atração imperdível para quem vai visitar a região.

A vegetação de cerrado também pode ser vista pela trilha que segue até as pedras


MEU ROTEIRO

Anterior: SÃO JORGE

Roteiro completo: CHAPADA DOS VEADEIROS

Próximo: PARQUE NACIONAL


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações