Inicio » , , , » Sana-RJ: A simplicidade das cachoeiras e da natureza

Sana-RJ: A simplicidade das cachoeiras e da natureza

A área controlada com as principais atrações é de fácil acesso desde o arraial de Sana


Uma atração bem próxima do arraial de Sana e de fácil acesso é a Bacia Hidrográfica do Córrego do Peito de Pombo. Possui esse nome pois o córrego que forma as cachoeiras mais famosas de Sana vem do alto do morro onde está localizada a Pedra do Peito de Pombo. Não tem como ire a Sana e não visitar este lugar incrível.


COMO CHEGAR?

A partir do centro do arraial de Sana (para chegar em Sana, leia este post) basta seguir em direção a Frade, passar pela ponte da padaria, e virar à esquerda. Pronto! Essa rua é a Rua das Cachoeiras que leva direto às atrações, tudo bem perto, dá para ir caminhando sem problemas. 

Mapa de Sana e suas cachoeiras (clique para ampliar)


Da praça da igreja basta seguir para atravessar a ponte, tem até placa lá


Antes de entrar na área de preservação controlada, existe um estacionamento para quem vai de carro. As valores são: R$ 20 (ônibus), R$ 15 (van), R$ 10 (carro) e R$ 5 (moto).

A Rua das Cachoeiras pode ser feita a pé a partir do centro


Uma pequena ponte de madeira sobre o Rio Sana


ACESSO À ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

A entrada na área de preservação que liga até as principais cachoeiras de Sana é gratuita, mas é controlada. O horário de funcionamento é de 8h às 18h. Existe ainda um limite de 400 pessoas por vez para entrar nessa área e o controle é feito pela ONG Pequena Semente através de uma barraca no acesso à trilha. Todo visitante deve preencher um livro com o nome e a hospedagem que se encontra.

Acesso às cachoeiras e sede da ONG


Barraca de controle de visitantes


Não é permitido praticar esportes, veículos motorizados (quadriciclo, moto, etc) e até mesmo bicicletas no interior da área de preservação, além do acesso de animais domésticos. Presenciei um homem ser barrado na entrada pois estava passeando com seu cachorro.

Uma casa bem estranha na entrada da trilha


TRILHA PARA AS CACHOEIRAS

A trilha é bem aberta e dá para caminhar de chinelos sem problemas, apesar de ser um lugar de bastante lama em épocas de chuva. O espaço largo permite a passagem de cavalos, somente de moradores das terras adjacentes é lógico.

Bambus são comuns em toda essa mata 


A subida pela trilha mostra o efeito das águas da chuva


A trilha ainda conta com a presença de cavalos 


Enquanto eu registrava meu nome no livro de entrada, um membro da ONG orientou a melhor forma de conhecer as cachoeiras. O melhor caminho é seguir pelo caminho de terra direto, até chegar na terceira porteira à esquerda. Neste ponto existe uma banquinha de venda de produtos naturais e uma placa indicando a direção das cachoeiras. Fazendo dessa forma, se conhece primeiro a Cachoeira das 7 Quedas e depois vai descendo e visitando as demais.

A placa na terceira porteira indica a entrada para as cachoeiras 


Venda de produtos naturais. Dizem que a granola vendida aqui é uma das mais gostosas do mundo! 


Descida pela trilha da terceira porteira


CACHOEIRA DAS 7 QUEDAS

Assim que acaba a descida da trilha se chega no córrego Peito de Pombo. É preciso atravessá-lo para continuar pela trilha na outra margem. Este para mim é um dos lugares mais bonitos.

A água bate na canela ao atravessar o córrego 


Enfim se chega na Cachoeira das 7 Quedas que tem esse nome por formar degraus, parecendo uma escadaria natural. Este é um dos lugares mais procurados para fotos.

Degraus na queda das águas 


A Cachoeira das 7 Quedas é uma das mais bonitas da região


CACHOEIRA DO PAI E DO FILHO

Um pouco mais abaixo está a Cachoeira do Pai que está a 16 metros de altura e possui uma queda livre de sete metros que deságua em um poço. A Cachoeira do Filho fica logo depois da Cachoeira do Pai, e só é acessível a partir dela. De lá é possível escorregar num tobogã natural até a Cachoeira da Mãe, muita adrenalina!

No poço da Cachoeira do Pai algumas pessoas praticam mergulho com snorkel


CACHOEIRA DA MÃE

Seguindo pela trilha se chega nessa que é uma das maiores atrações de Sana. A Cachoeira da Mãe possui esse nome pois dizem que a pedra se parece com uma imagem de Nossa Senhora. O salto desta pedra é de 12 metros de altura. O poço possui águas transparentes e seguras. Outro motivo da grande procura por essa cachoeira é a espaçosa pedra que permite deitar para pegar um bronze nos dias de sol, sendo a principal "praia" de Sana.

A "praia" de Sana fica nesta larga pedra


OUTRAS CACHOEIRAS

Depois de conhecer as principais cachoeiras, retornei pelo caminho de terra em direção a entrada. Desta vez resolvi entrar nas duas porteiras iniciais. A porteira do meio dá acesso ao rio e outras cachoeiras menos conhecidas. É possível subir até a Cachoeira das 7 Quedas por ali, mas é um caminho mais cheio de pedras e água, apesar de ser bem bonito.

Cachoeiras ao longo do rio que desce desde a Cachoeira da Mãe 


Caminho entre pedras e uma natureza quase intocada


Cordas para ajudar na descida até o rio, onde continua a trilha


CACHOEIRA DO ESCORREGA

Na primeira porteira a esquerda de quem entra no parque (ou a última a direita de quem sai) está a cachoeira mais popular e visitada da cidade, talvez porque seja a mais próxima também. A atração principal é que ela permite se jogar em suas águas para deslizar até um poço. Bem segura, é a mais frequentada pelas crianças.

A cachoeira e seu escorrega natural


Diversão simples e garantida para todas as idades


DICAS DE REFEIÇÃO 

Depois de encerrar toda a exploração, e de volta nada como encher a barriga! Uma dica é almoçar no restaurante simples que existe perto da barraca de controle de acesso às cachoeiras. Paga-se apenas R$ 15 e pode fazer seu próprio prato (só uma vez) em um self service com macarrão, salada, feijão, arroz, batata, farofa e uma deliciosa mandioca frita. Depois pode escolher uma carne (carne, frango, porco ou peixe).

O restaurante caseiro fica numa casinha e as mesas no gramado 


Pratão de comida, peixe e Mineirinho natural


A vista enquanto almoça é natureza pura


MEU ROTEIRO

Anterior: COMO CHEGAR EM SANA?

Roteiro completo: SANA-RJ


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações