Inicio » » ROCCAPORENA

ROCCAPORENA

Local da lenda e do milagre de Rita



SEGUINDO O CAMINHO DE UMA SANTA

Não bastava conhecer o santuário de Santa Rita se eu não chegasse num lugar que poucos já foram: A Pedra da Oração, local em que Santa Rita costumava orar e que teria acontecido seu contato com os seres divinos.
Bifurcação entre Cascia e Roccaporena

A pedra fica no alto de uma colina no povoado de Roccaporena. Seguindo as placas na saída da cidade de Cascia e percorrendo 5,4 Km, se chega naquele povoado. Logo na entrada do mesmo está a casa que Rita morou com sua família, hoje transformada numa capela. A entrada nesta capela é grátis e não havia ninguém, nem mesmo para algum tipo de controle.


Chegando a Roccaporena, de longe o morro da Pedra da Oração se destaca

Lá no alto vai surgindo a imagem da capela que guarda a Pedra da Oração

Chegada à aldeia em que Santa Rita nasceu

Uma das primeiras construções que se vê é o local em que Santa Rita morou quando casada (direita)


Interior da casa que Santa Rita morou, hoje, uma capela

A PEDRA DA ORAÇÃO

Do outro lado da rua se inicia uma trilha que sobe por uma altura de 825 metros até chegar na Pedra da Oração, conhecida como Scoglio della Preghiera, em italiano. Assim como a maioria dos caminhos de peregrinação católicos, estão distribuídas estações da Paixão de Cristo no caminho. Na escada construída para o acesso ao topo estão os nomes das pessoas que contribuíram para a conservação do lugar. 

Um mistério que descobri por aqui é que o primeiro nome de toda a escadaria, logo na primeira placa, é o de Rachele Mussolini, esposa e, posteriormente, viúva do ditador fascista italiano Benito Mussolini. Ela teve 5 filhos com ele, uma delas se chamava Edda Mussoline, provavelmente, o próximo nome que foi escrito como "Elda". Qual seria a ligação da viúva de Mussolini com este local?


Placa que indica o início do caminho para a Pedra da Oração

Início da escadaria até o topo e a primeira estação

O primeiro nome da escadaria indica o nome de Rachele Mussolini, viúva do ditador fascista

Do alto, a vista é sensacional. Se pode observar toda a aldeia de Roccaporena, seus principais pontos como a capela da casa de Santa Rita e a Grotta d´Oro, local escavado na rocha da montanha com uma grande cruz. Observando as montanhas no horizonte, percebi a neve que ainda resta do inverno que já havia passado. 

No topo, a lendária pedra está protegida, hoje em dia, por uma construção rústica de pedras e paredes de vidros. Essa capela foi construída em 1919, reformada em 1941 e reconstruída em 1979 após um terremoto.


 Subida em direção à Pedra

A vista da Grotta d'Oro a partir do alto da Pedra da Oração


Dá para ver o carro estacionado e a capela de Santa Rita no início da aldeia

Enfim, na capela do topo


No interior da capela está a sagrada rocha. Diz a lenda que Rita queria entrar para o convento das irmãs agostinianas, mas elas não a queriam aceitar por ter sido viúva. Um dia estava dormindo e acordou com o chamado de 3 santos: Santo Agostinho, São Nicolau Tolentino e São João. Ela os seguiu até a Pedra da Oração, que costumava rezar no alto da colina, e foi teletransportada para o interior do Monastério de Santa Maria Madalena, em Cascia. As freiras então aceitaram Rita na ordem por se tratar de um milagre. Leia mais em Cascia.

A Pedra da Oração de Santa Rita e a capela construída ao seu redor

Diz a lenda que Rita subia neste local para orar e teria recebido um milagre de Deus

A capela no alto do morro que envolve a pedra sagrada

 Vista de Roccaporena do alto

Ao longe, a neve remanescente no alto das montanhas italianas

A natureza e a paz dominam essa região

Hora de seguir viagem

Ao descer de volta a Roccaporena, pode-se conhecer outros pontos antigos, como a Casa Natale (onde nasceu Santa Rita), a Casa Maritale (onde morou com seu marido), a Igreja de San Montano, o Lazzaretto e o pequeno santuário.  Estes e outros pontos de interesse estão sinalizados numa placa (foto) na entrada da aldeia.

 
Mapa turístico de Roccaporena

ESTRADA PARA ASSIS 

Deixando a isolada Cascia para trás, o novo objetivo era a terra de outro santo: São Francisco de Assis. Uns dos homens que revolucionou o ensinamento cristão pregando a simplicidade numa Igreja que gostava de ostentar poder. No meu planejamento eu deveria chegar na cidade para pernoitar e investigar um pouco da história que ocorreu lá.

Saiba mais em: Assis 


Placa na saída da aldeia: "Santa Rita accompagni il vostro ritorno a casa"


MEU  ROTEIRO

Anterior: CASCIA

Roteiro completo: MISSÃO ITÁLIA

Próximo: ASSIS
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Reservas na Asia

trazy.com

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Clique aqui para seguir no

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Leia Também

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações